10 JUNHO 2020 | 73 KM / 929 M+

LOCALIDADES: Quintas, Salvada, Cabeça Gorda, Albernoa.


HOTEL: Vila Galé Clube de Campo

Inserido no meio de uma imensa quinta agrícola, o Vila Galé Clube de Campo dispõe de piscina interior e exterior, várias actividades lúdicas e desportivas e uma quinta pedagógica. Ao lado tem a adega da herdade, aberta para visitas e prova dos vinhos Santa Vitória.


FOTOS


DESCRIÇÃO DA ETAPA

Esta é a etapa em que nos começamos a afastar de Espanha e a aproximar da costa, em direcção a Sagres. É a continuação da anterior, muito rápida, plana e sem dificuldades a assinalar.

Vamos durante vários quilómetros pedalar por caminhos paralelos à antiga linha de caminho-de-ferro do Ramal de Moura, encerrado em 1990 e que ligava Moura a Beja. Cruzamos mais uma vez o Rio Guadiana, agora já depois da Barragem do Alqueva e na outra margem continuamos a acompanhar o Ramal de Moura até Quintos. É uma estrada não pavimentada, mas com muitos veículos, inclusive pesados, que a usam para atalhar distâncias.

A paisagem tem cores muito diversas, pintadas pelas diferentes culturas que são aqui exploradas. Girassóis, batatas, legumes, cereais, parcelas em pousio, formam um mosaico muito fotogénico. Nos sítios mais altos é possível ver também uma grande cidade, Beja, que contornamos por Sul.

Cruzamos o centro da Salvada e da Cabeça Gorda, duas aldeias muito próximas e com muito comércio e voltamos a entrar numa zona de montado, com produção de cereais de sequeiro e de gado.

Após cruzarmos uma via rápida por uma passagem inferior e o paredão da barragem do Barranco do Vilar, estamos em Albernoa. O Vila Galé Clube de Campo é já ali, o que na escala do Alentejo significa mais 7 quilómetros pelo montado, que se transforma em extensas vinhas à chegada ao hotel, inserido numa imensa propriedade de produção de vinho, azeite e fruta.


MAPA E PERFIL DA ETAPA

71.8 km, n/a



Imprimir